Resenha ♣ O testamento

17:11


“Aqui Jaz Jack Mercy
Que viveu e morreu como bem quis
Ao inferno a quem não agradar”
Uso as palavras na lápide para apresentar a Jack Mercy. Jack Mercy que, quando morreu, deixou inúmeros inimigos - e uma fazenda de vinte milhões de dólares. O testamento para mim é a melhor e mais completa história da Nora Roberts. Todo o brilhantismo dela fica expresso nessa história.

Uma história que começa em um sepultamento sendo narrado por um personagem que não participa da história, mas que te passa o quadro completo daquela cena que será o norte da trama. Uma cerimônia fúnebre sem luto ou pesar pelo morto e um sentimento totalmente mórbido permeia a narrativa. Eu tive a certeza que os presentes ali com exceção das filhas, ou talvez até mesmo elas si certificavam da veracidade da morte de Jack.

“O pai seria tão infeliz no céu como no inferno”

Após a “apresentação” de Jack, a história começa a te apresentar as filhas dele. Suas três filhas - cada uma nascida de um casamento diferente - estão reunidas para o sepultamento e a leitura do testamento.  É incrível, mas no momento da leitura do testamento você, como eu, já si sentirá muito próximo a história de cada filha e junto com elas vai se percebendo presa na trama criada além tumulo por Jack.

Sinceramente, o esforço que faço nesse momento é para não sair falando spoilers para te dizer o quanto essa história é maravilhosa, mas ainda há muito que posso teclar antes de apelar (o que não farei, espero) para isso...

Eu amei a maneira como os personagens secundários são apresentados e a narrativa de cinema faz com que fique leve e te ajude a não si preocupar com cada nome, história ou pessoa descrita. Fica claro que teremos tempo durante a história. Cada personagem é importantíssimo e isso é marca Nora Roberts. Ela não povoa sua história com “pessoas aleatórias”.

Um leitor menos informado pela leitura da sinopse pode pensar que todo o foco da história é o fato das filhas de Jack terem ficado “presas” a fazenda com a leitura do testamento. Mas não você que está lendo essa resenha.

O Testamento é o gatilho da história, mas o alcance dela vai muito além desse ponto de partida.

“Gostaria de já que fosse amanhã. Amanhã será mais fácil, não é mesmo, Nate?”

Ah não se engane, após decidirem que a fazenda vale o esforço de abrirem de certo modo mão de suas vidas após um ano. Você começa a perceber que a carga do passado de cada uma ali trará algo para vida da outra e também para vida de todos na fazenda dos Mercy. 

Já na página 55 ocorre a primeira morte, ha não tire conclusões precipitada foi uma morte e de certo modo não foi um assassinato. E a chegada do ex-marido violento de Lilly a trama te faz indagar senão seria ele o responsável por aquela brutalidade.

Como o testamento define o período de um ano, passamos pelos intemperes do tempo no decorrer de um e ano e com ele as mudanças das estações e com elas seus caprichos. Isolada, bonita e misteriosamente violenta, a fazenda tornar-se-á palco de ressentimentos, crimes, amor, surpresas e angústias para as três herdeiras. O grande desafio para essas três mulheres será deixar a amargura de lado e conviver em harmonia.

Vou usar as estações para te contar um pouco sobre os personagens e seus romances, afinal nem só de suspense, mistério e sangue é feito essa história.
Sláinte! Divirta-se!

Primavera  Lilly Mercy e Adam Wolfchild

"Está magoada" , pensou Adam. Sempre si sentira atraído por pessoas magoadas. Ela era encantadora e estava machucada. Vestida com simplicidade no conjunto preto e sapatos de salto alto, era apenas uns dois centímetros mais baixa do que seus 1,72 cm e magra demais para sua altura. O cabelo castanho-avermelhado  caía em ondas suaves e lembrava asas de anjos. Adam não conseguia ver-lhe os olhos atrás dos óculos escuros, mas imaginou de que cor seriam e o que mais leria neles. 

Verão  Tess Mercy e Nate (Nathan Torrence)

"Nate, você já era", decidiu, dando um jeito rápido no cabelo com a mão.  - Olá , advogado Torrence, boa noite - Muito consciente da sua pose na soleira da porta, Tess sorriu lentamente quando a cabeça se levantou de repente e os olhos, esquecendo os negócios ficavam surpresos e se fixavam nela.

Outono  Willa Mercy e Ben (Benjamin McKinnon)

A voz de Willa sempre o fascinara. Era rouca e lhe dava a impressão de ser necessária para espantar-lhe o sono. Ben sempre havia pensado que uma mulher tão obstinada com uma voz tão sensual era um desperdício e tanto.Não a desejo mais do que você a mim. Só pensei que seria mais fácil pra todo mundo se resolvêssemos essa parte.

Inverno  Assassino(a)

A primeira vez que o fez, a primeira olhada do sangue lhe revolveu o estômago. Até então, nunca tinha fundo a faca em um ser tão vivo e tão grande. Mas depois, bom, foi tão... interessante. Esquartejar um ser vivo muito pesado, perceber o batimento do coração do pulso, cada vez mais lento até que se esfumava como um relógio que se ia detendo. Observar a vida que se sangrava.

Sobre o Livro ~ Informações Técnicas

O Testamento
Ano: 1998
Páginas: 532
Tradução: Renée Eve Levié
ISBN-13: 9788528606584
ISBN-10: 8528606589
Editora: Bertrand
Nota: 🌟🌟🌟🌟🌟💚

Em seu testamento, Jack Mercy apresentou o mesmo comportamento que teve em vida: reuniu mais desafetos que amizades. Para que suas três filhas, todas meio-irmãs, tenham direito ao milionário patrimônio deixado por ele, elas devem morar juntas por um ano na fazenda Mercy, em Montana. Willa, mandona e atual administradora da fazenda, Tess, roteirista de Hollywood e criada na cidade, e Lily, acanhada e buscando fugir do ex-marido violento, precisam vencer as diferenças e aprender a conviver como uma família. No entanto, uma série de assassinatos brutais e inexplicáveis que rondam a propriedade tornará a união das irmãs requisito necessário para a sobrevivência de todos.

Notabilizada pela crítica especializada como “a nova mestra do suspense”, Nora Roberts, com O Testamento, seu centésimo romance, atingiu no lançamento a marca de 150 mil exemplares vendidos nos Estados Unidos.

~. Conexões Literárias
Como alguns outros livros, encontrei uma história "co-relacionada" em um livro de banca, nesse caso essa história lembra (tema fazendo, criação de gado e duas fazendas rivais), porém as histórias e personagens são diferentes, Fruto do Pecado, também resenhado aqui no blog quando sentir saudades de Montana, fica a dica!!

Especial ~. Reedição

O Testamento
Ano: 2016
Páginas: 544
Tradução:Renée Eve Levié
ISBN-13: 9788577994489
ISBN-10: 8577994481
Editora: Bestbolso

Sinopse
Em seu testamento, Jack Mercy apresentou o mesmo comportamento que teve em vida: reuniu mais desafetos que amizades. Para que suas três filhas, todas meio-irmãs, tenham direito ao milionário patrimônio deixado por ele, elas devem morar juntas por um ano na fazenda Mercy, em Montana. Willa, mandona e atual administradora da fazenda, Tess, roteirista de Hollywood e criada na cidade, e Lily, acanhada e buscando fugir do ex-marido violento, precisam vencer as diferenças e aprender a conviver como uma família. No entanto, uma série de assassinatos brutais e inexplicáveis que rondam a propriedade tornará a união das irmãs requisito necessário para a sobrevivência de todos.

Você pode gostar de ler

0 comentários

♣ Leitores ♣

♣ Popular Posts

Fique sempre atualizado!

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner